iranyszekelyfold.info

Hospedagem de arquivos em português do futuro

LIVRO 177 MANEIRAS DE ENLOUQUECER UMA MULHER NA CAMA BAIXAR


Compre MANEIRAS DE ENLOUQUECER UMA MULHER NA CAMA, do(a) EDIOURO. Confira as melhores ofertas de Livros, Games, TVs, Smartphones e. Download " MANEIRAS DE ENLOUQUECER UMA MULHER NA CAMA. . Margot Saint-Loup Como utilizar este livro Preciso ficar repetindo, leitor amigo?. Maneiras De Enlouquecer Uma Mulher Na Cama Em Pdf de Enlouquecer um Homem na Cama, Tina Robins, Ed. Universo dos Livros Lu Fernandes. Download Getting Started With Spring Framework Pdf Files.

Nome: livro 177 maneiras de enlouquecer uma mulher na cama
Formato:ZIP-Arquivar (Livro)
Sistemas operacionais: MacOS. iOS. Windows XP/7/10. Android.
Licença:Apenas para uso pessoal (compre mais tarde!)
Tamanho do arquivo:44.49 MB

Estilo: Cursoe - Video Aula Tamanho: Temos tudo a ganhar com a reciprocidade amorosa. Mesmo as mais diretas e. O Horóscopo das Horas revela um pouco da personalidade de cada um de nós. Consoles Retrô Voltar Voltar. Primeiro agradeço a Deus, que mesmo nós momentos ruins, nunca me. Jogos Corrida e Simuladores. Mostre-lhe inicialmente fotos de mulheres em trajes insinuantes, com roupas de baixo delicadas e sugestivas.

Download " MANEIRAS DE ENLOUQUECER UMA MULHER NA CAMA. . Margot Saint-Loup Como utilizar este livro Preciso ficar repetindo, leitor amigo?. Maneiras De Enlouquecer Uma Mulher Na Cama Em Pdf de Enlouquecer um Homem na Cama, Tina Robins, Ed. Universo dos Livros Lu Fernandes. Download Getting Started With Spring Framework Pdf Files. Compre Maneiras de Enlouquecer uma Mulher na Cama, de Margot Saint Loup, no maior acervo de livros do Brasil. As mais variadas edições, novas. MANEIRAS DE ENLOUQUECER UMA MULHER NA CAMA Margot . Margot Saint-Loup Como utilizar este livro Preciso ficar repetindo, leitor amigo?. Maneiras de Enlouquecer uma Mulher na Cama - Download Ebook Saint- Loup escreve na introducao do livro: Minha unica intencao e.

CAMA MULHER NA MANEIRAS BAIXAR DE UMA LIVRO ENLOUQUECER 177

Corte levemente amarelado. Miolo íntegro, sem danos. O que os homens e mulheres considerados bons amantes têm em comum? Avalie o livro. Cadastre-se Ajuda Blog. Listar Livros. Exibindo todas as publicações encontradas.

Formato: 14x21cm, pg;, capa dura, encadernado, livro usado, bordas ligeiramente desgastadas, capa arranhada. Capa ilustrativa. Ótimo estado, conservado, 21 x 14 cm, pgs.

Lembra-se do filme chinês Lanternas vermelhas9 Um hornenivivia com suas quatro esposas e toda noite escolhia aquela com quem ia dormir a fim de prestar-lhe a homenagem devida. Unia criada vinha massagear-lhe a sola dos pés com pequenas bolinhas Beije quando quiser.. Massagem dos pés à cabeça. Em certas regiões da índia pratica-se uma massagem destinada a preparar os homens para o combate. As mulheres também se adaptam muito bem a ela.

É claro que isso obedece a regi-as beiri precisas que levam em con- ta os pontos de contato que seguem os nossos diferentes circui- tos de energia, mas você pode adapt -las. A mulher deita-se de bruços, os braços em cruz, ligeiramente erguidos acima da ca- beça. Recomece v rias vezes num movimento flexível e contínuo. Termine com uma leve massagem do rosto e do couro cabeludo. É de perder os sentidos Principalmente porque você se acha ali, agachado. Pense no que fariam os seus pés naquela bundinha toda arrepiada.

Estes podem ser perfeitamente compartilhados e estimularem alternadamente nossas tendências ao voyeurismo e ao exibicionismo, coisas a e que nem sempre estamos atentos. Se ela for receptiva e você souber ganhar sua confiança através de doces injunções mur- muradas ao ouvido, ela continuar sozinha. Peça-lhe que faça exatamente como se voce nao se encontrasse ali, ou seja, que se abandone completamente ao prazer. Por sua vez, masturbe-se sob os seus olhos atentos e curio- sos.

Nlassagele os testículos. Ou, ao contr rio, pegue os dela e en- fie-os na boca. Quente, quente, quente O beijo Nós o guardamos para a boa boca! Ele representa o bê- -b do seu jogo amoroso. Muito pelo contr rio! Sem um bom beijo qualquer prosseguimento é duvidoso. Portanto, cuide E em seus menores detalhes. Tente mostrar-se à altura do famosofrench kiss [beijo francês] que o mundo inteiro nos inveja. Enlace-a e aproxime o seu rosto do dela.

Ali s, com que dificuldade você consegue se conter! Nada mais. Refresque-a com sua língua. Uma cócega deliciosa de uma sensualidade irresistível. Enquanto a parceira estiver recuperando o fólego, você deve aproveitar para aventurar-se a novas explorações.

Suas lín- guas tocam-se, enrolam-se uma na outra; você praticamente chupa a língua da companheira enquanto lhe oferece a sua. Afaste-se ca a um, primeiro o inferior, depois o superior; mude as sensações e varie os prazeres dando pequenos golpes com a língua.

Como se molhasse, secando em seguida, refresque e aqueça. Afaste-se ainda. Ela volta a aproximar-se, você se esquiva, vira a cabeça para ofere- cer-lhe uma das faces Saiba prolongar e mesmo aumentar o prazer.

Quando, enfim, relaxada, aturdida mas de- sejosa, a diabinha naufragar, jogando a cabeça para tr s, beije- lhe o pescoço.

BAIXAR LIVRO 177 NA MULHER MANEIRAS DE CAMA UMA ENLOUQUECER

Ela desfalece. Durante esses beijos apaixonados, abrace o objeto de sua cobiça. Afa- gue-a. Passe e repasse os dedos por seus cabelos, massageando- lhe o crânio delicadamente. Ternura, sempre ternura. E doçura. Muito pelo contr rio.

177 Maneiras de Enlouquecer Uma Mulher Na Cama PDF Download

E por toda a parte. Si eira. E lhe prova, se houver neces- sidade disso, que tudo nela é bonito. E born. As orelhas. Muririue-lhe as palavras mais loucas e doces.

É uma coisa formid vel, mas fique calado de. Percorra-a cri, volta corno com a ponta, dernore-se um Pouco muita doçura, Ifíclo. O pescoço. A pele do pescoço é fina e suave. O trabalho nas orelhas causou um tal efeito sobre a tigresa que ela se aban- dona, jogando a cabeça para tr s.

Começando pelas covas das clavículas mais acentuadas nas pessoas magras e subindo até alcançar o queixo. Demore o quanto quiser nas par- tes laterais do pescoço que se originam atr s dos lóbulos, ali. Em seguida, ómergulhe bem suas unhas e seus dedos delicados na selva daqueles cabelosó E de endoidecer!

As p lpebras. Alguns segundos de doçura pura num fre- nesi às vezes selvagem. Suas carícias causam-lhe tanto efeito que ela naufraga, parece prestes a desmaiar, abandonada, a boca entreaberta e as p lpebras semifechadas. Sopre apenas sobre as p lpebras, lamba ligeiramente, beije com delicadeza O tempo de uma pausa agradabilíssinia. Os seios. Dlivido que os tenha es itiecido depois de havei adivinhado as sugestões tentadoras daquele decote.

Acaricie-os lí- geiramente com a ponta dos dedos. Pressione com niais força. Com delicadeza! Belisque os mamilos, enrole-os entre os dedos. Agora você pode passar aos beijos. Por toda a parte. Demo- rando-se mais nos mamilos, realmente muito sensíveis e recep- tivos.

BAIXAR UMA CAMA ENLOUQUECER MANEIRAS LIVRO DE MULHER 177 NA

Mantenha a ponta do seio delicadamente entre os dentes e fique roçando o mamilo com a língua. Continue, os suspiros dela devem sempre encoraj -lo. Mergulhe o nariz nesse airbag sedutor, passe a língua na dobra que se foi-ma entre os dois Nada a ver. As axilas. Os seios acham-se a tinia Iinguada da axila.

Mas procurando o quê? Encontrar o odor mais íntimo de sua dona.

As primeiras oferecem a doçura de uma pele fr gil e lisa, as segundas as cócegas de cabelos loucos. Você pode ser adepto das primeiras, alérgico às segundas, ou o contr rio. Nada de panico se se vir confrontado com o tipo que lhe desagrada. Tente a experiência quando esti- ver excitado, ela pode se revelar surpreendente.

Com o tempo você pode sugerir à mulher amada que raspe as axilas ou, em caso contr rio, que a deixe florescer corno um bosque selvagem. O umbigo. Só mesmo os egocêntricos para pensar que ele é o centro do mundo. Um pouco como para a orelha, comece precisando o seu contorno, efetuando movimen- tos circulares com a língua. Depois mergulhe em seu centro. É irresistível!

PDF - 177 Maneiras de Enlouquecer uma Mulher na Cama

Só a língua. A barriga. Entre o umbigo e o monte de Vênus, a barriga é uma parte da anatomia extremamente sensível, e suas carícias podem propiciar-lhe es- tremecimentos deliciosos. Com a lín- gua, volte a subir pela parte mediana, frequentemente coberta por uma linha de penugem macia, leve, quase invisível, mas que 78 n o escapa aos seus olhos perspicazes.

Ei-lo prisio- neiro! No alto, o umbigo; embaixo, a entreperna. A partir desse wornento deixe que o seu instinto passe a gma-lo. Se quiser, pode tornar a subir para acarici -la pelos flancos, no ponto onde o estómago forma uma entrada.

Que cosquinha boa! O ínterwr das coxas. Ela se acha deitada na cama, vestida apenas com as meias. Comece a tir -las com delicadeza e le- vante-lhe a perna. Acaricie, beije, do joelho até Até essa dobra entre o sexo e o nascimento da coxa. Quanto mais subir, mais prazer arrancar da bichinha. As entradas. A mulher experiente, que conhece tudo sobre como deix -lo maluco, sempre borrifa esses lugares com uma gota de perfume.

A bunda. Essa parte do corpo em que você sempre repa- ra, muitas vezes até antes de tudo o mais, merece um tratamento respeitoso. Se ela mostrar-se re- sistente, merece uma boa palmada, cujo ardor você mitigar imediatamente com beijos e linguadas frenéticas. O períneo. Entre a vagina e o anus, é uma das regiões mais sensíveis da arratornia ferninina Uma das menos extensas, mal conhecida e até desconhecida. Faça movimentos circulares, acaricie, lamba. A felicidade! O que lhes dar vontade de acariciar muito mais ainda e melhor.

Deslize calmamente até o polegar, coloque-o dentro da boca, sugue-o, com um movimento de vaivém, de alto a baixo. Passe ao indicador e repita a dose. E assim com o médio, o anular e o inindinho, sempre suave e lentamente. Os pés. Você tam- bém pode beij -los. Siga o arqueado, beije os artelhos, deslize a língua entre cada dobra, insista na base, o peito do pé Elas correm ou demoram-se, roçam, massa- geiam, amassam, esfregam, fazem cócegas Di- ferentes, mas igualmente embriagadoras.

A esse propósito podemos ler no Kama-Sutra: óNada subs- titui os arranhões e as mordidas para fortalecer o amor. Mas sua boca guarda ainda tantos tesouros próprios a excitar a mulher!

Nada de morder como um cao raivoso prestes a arrancar um pedaço de carne! Absolutamente tudo. Nada de lanhar a pele das costas com as unhas. Depois deixe as unhas deslizarem ao longo de seu corpo. A memória se perde à medida que se apagam essas marcas.

E o que acontece com os amantes que fazem amor muito raramenteó. Mas nada disso exclui a doçura. Ainda em criança eu ficava maluca com os óbeijos borboletaó: um simples batimento de cílios em minha face me proporcionava um delicioso estre mecimento. Seus cílios sobre as minhas p lpebras, o pescoço, os seios, a barriga, as coxas Ainda sinto uma vibra- ç o. Como resistir àqueles olhos?

Seus cabelos. Parece estar buscando alguma coisa, enfiando-se nela Mas, por favor, evite passar gel em suas mechas rebeldes! Seu sexo. Agache-se sobre a mu- lher deitada, fazendo com o corpo movimentos de vaivém. Nada saberia substituir o contato de sua pele com a dela, mas você tem todo o direito a variar os prazeres.

Pense nas jóias. Retire delicadamente o anel e pas- se-o sobre o corpo nu. A pedra fria vai logo aquecer-se, acarici- ar e arranhar. E, para os arranhões, voce sempre ter as próprias unhas.

No caso de jóias, você pode pre- feriras pulseiras, OS colares, aquele mesmo que ela costuma tra- zer ao pescoço, nos punhos ou no tornozelo. Que os latinistas me perdoem se vamos usar aqui uma palavra mais chula, ou seja, a cunilíngua. Pode ser ainda um código entre vocês, uma senha, um abre-te sésamo precioso para encontrar a chave da porta de jade ou da gruta de coral.

Baixe de Tudo Maneiras de Enlouquecer Um Homem Na Cama

Por medo, pudor e até, embora mais raramente, por pura e simples falta de vontade. Em geral, a mulher é gulosa disso. Gosta de oferecer-se as- sim a você, entregando-lhe sem rodeios e sem falso pudor o que possui de mais secreto. Mais tarde você penetrar essa vagina que devorou com os bebeu. Nada de pânico! Agora, sim, pode se considerar excitado e morrendo de im- paciencia.

A cunilíngua é uma arte onde sempre se aconselha um procedimento inicial de pequenos toques. Afaste lentamente as coxas e beije o interior delas, su- bindo até o monte de pentelhos. Que doçura! E sobretudo olhe. Faça um reconhecimento. Esse que você tem diante dos olhos merece muito mais que uma simples olhadela. Evite, por exemplo, as compa- rações duvidosas Seria uma absoluta falta de tato.

Dê inicialmente pequenos toques com a língua, depois com mais demora e força. Especialize-se: brinque com o clitóris, co- brindo e descobrindo a glande, ao mesmo tempo que a beija, lambe, roça Respeite esse desejo, prolongue o ins- tante. Ouse introduzir-se com a ponta da língua. Volte em seguida ao clitóris Durante alguns segundos ainda, sua boca deve continuar trabalhando, pronta para receber os fluidos que correm.

Deliciosa beberagem, elixir enfeitiçante, você bebe a mulher, embriaga-se com o seu filtro de amor, enquanto ela mesma desfalece, enlanguescida e entregue, satisfeita e feliz. O importante é o prazer compar- tilhado. Você pode molh -los antes chupando-os, enquanto dirige à parceira olhares cada vez mais excitantes. É prazeroso ao extremo! Demore-se na vagina, em vaivém, fazendo pequenos movi- mentos circulares, depois lamba os próprios dedos lambuzados com suas saborosas secreções, sem nunca deixar de encar -la.

Amarrote o tecido para sentir o calor da boceta, esfregue, massageie A seda acar,cia5 a renda faz cócegas. Você pode inclusive introduzir os dedos na vagina com a calcinha funcionando como um capuz.

Deslize até o períneo, massageie-o com a língua e, indo em frente, aproxime-se do ânus, em torno do qual você desenhar círculos, como se quisesse forçar, cheio de gentileza, essa entrada secreta. Esteja atento às reações da parceira. Varle os prazeres. Sua boca re- pleta do odor dela mesma lhe proporcionar um prazer inesque- cível. Use um vibrador elétrico para colocar-lhe o sexo em fogo Penetre para umedecer e torne a procurar o clitóris.

Ou se contente em passar o vibrador elétrico ao longo do rego da bunda, insistindo sobre o sacro, até acima do cóccix, que você sente no nascimen- to das n degas Ela vai curvar-se para tr s e dar pinotes.

Passe uma pedra de gelo sobre o sexo dela, insistindo na glande do clitóris, que se enrijece automaticamente. Sua boca vida e gulosa logo o reaquecer.

A mulher de costas e você de bruços, de modo a ter a cabeça exatamente à altura do sexo dela. Ela pode estar com as pernas esticadas ou encolhidas, o que permite uma abertura melhor. Se a cama for pequena, fique do lado de fora, de joelhos Erga-lhe a bacia. Se ela estiver impaciente e vida, mas preguiçosa, ponha-lhe almofadas debaixo da bunda.

Mude outra vez! Estenda-se sobre as costas e peça à mu- lher que se agache acima de você, o sexo dela na frente do rosto. VII Confortavelmente sentada numa poltrona, afaste-lhe as coxas sempre com a maior delica- deza e coloque cada uma das pernas nos braços do móvel.

Irresis- tível. Para ela e para voce. Se possui uma cadeira de balanço, este é o momento de ser- vir-se dela. O vaivém da b scula provoca delirantes mudanças de ritmo e de sensações. A cunilíngua surpresa é, como tudo aquilo que ela espe- ra sem ousar acreditar, um momento excepcional.

E a do garçom do restaurante? Em contrapartida, durante uma conversa a dois no aparta- mento, aproveite os prazeres que a mesa lhe oferece. Para degustar à temperatura ambiente. Deslize do calor das cobertas e lamba aquela boceta doce e repousada. Enfim, um acordar agrad vel! A cada qual seu prazer e seus prazeres. Compartilhe por- tanto os seus. Cabeça de um para os pés do outro a fim de fazer o famoso Para serem bem-sucedidos nessa óespecialidadeó, podem ficar deitados: ela embaixo, você em cima.

Ou o contr rio, se quiserem. Para mais conforto ainda, ousaria recomendar-lhes que fi- cassem de lado, a cabeça de um repousando na coxa do outro. Devem mexer-se juntos, gemer ao mesmo tempo, o ritmo das carícias crescendo sem parar.. A melhor maneira de experinient -lo é fazendo com que a mulher se deite ao contr - rio sobre o corpo do amante: ele põe o pênis em sua boca, e, sua cabeça colocando-se entre as coxas dela, ele devolve a gentile- za, introduzindo-lhe toda a sua língua Se devemos acreditar nos indianos, óde acordo com as características e as dimensões cio pênis, o homem é le- bre, touro ou cavalo.

Do mesmo modo, a mulher é antílope, égua ou elefante, segundo a profundidade de sua vagina Para um prazer equilibrado, é preferível que os parceiros tenham medi- das sexuais correspondentesó.

Chega de brincadeiras que a coisa e seria!

Depois de tantas preliminares gostosas como o quê, é che- gado o tempo daquilo que alguns chamariam de o prato de re- sistência. É a passagem obrigatória, pelo menos a parte mais natural e ins- tintiva do ato de amor. Por sinal, muitos homens acham que tudo se limita a isso.

E mesmo de sur- preendê-la. Daí a surpresa e a hilaridade que lhes provocava o mé- todo empregado pelos mission rios ocidentais. Muitos a consideram tediosa, con- vencional, repetitiva e carente de fantasia.

Erro grosseiro! Pretende-se que ela teria sido imposta ao lon- go dos séculos pelas mulheres preocupadas em saber com quem estavam transando. Comece esfregando a piroca impaciente contra a sua boceta fremente. Penetre com delicadeza, depois comece a ir e vir com um ritmado balanço dos quadris.

A parceira vai encoraj -lo me- neando a bacia. Varie o compasso.

UMA BAIXAR MULHER LIVRO NA CAMA ENLOUQUECER DE 177 MANEIRAS

Acelere as investidas da piroca, em seguida se afaste para que a glande se coloque exatamente à entrada da vagina. Os indianos chamam isso de a tempestade. Realmente devastador! Se a garota tiver uma boa flexibilidade, dobre-lhe os joelhos até o peito para que ela possa colocar as pernas sobre os seus ombros. Todo o restante. Os beijos em sua boca, as lambidas em seu pescoço, as mordidas cuidadosas em seus seios. Saiba marear os tempos de pausa a fim de retomar o fólego, de repousar os braços e administrar os seus efeitos.

Deite-se sobre ela, os dois troncos unidos, a cabeça mergulhada no pes- coço dela. Peça-lhe agora que estique as pernas apertadas uma con- tra a outra e faça a mesma coisa.

Mexa-se lentamente e, se pos- sível, junto com ela. Capas para Celulares Voltar Voltar. Acessórios Apple Voltar Voltar. Carregador Veicular e Parede. E-books em Português Voltar Voltar. Cine e Foto Voltar Voltar.

Auditoria Contabilidade Geral Contabilidade de Custos. Ciências Humanas e Sociais Voltar Voltar. Xbox One Voltar Voltar. Leitor de Livros Digitais Voltar Voltar. Jogos de Corrida e Simuladores.

Celulares Vivo Voltar Voltar.